Comprar a Nokia seria péssima ideia da Microsoft, dizem analistas

O anúncio da Nokia de que planeja cortar 10 mil postos de trabalho nos próximos meses ressuscitou as especulações de que a Microsoft deveria comprar a fabricante de telefone celular, a fim de sustentar sua plataforma Windows Phone, que está em maus lençóis.
Vários analistas dizem que, mesmo por um preço menor (devido à queda das ações) seria uma má idéia para a Microsoft comprar a Nokia. “Seria uma besteira, simples assim”, disse Jack Gold, da J. Gold Associates. “Essa idéia surge cada vez que a Nokia tem um quadrimestre ruim, e alguns analistas financeiros acham uma boa – sem dúvida, para animar um pouco as ações.” Para ele, “não há realmente nenhuma vantagem para a Microsoft em ter uma empresa de hardware.”
“Uma empresa de software gerenciando uma de hardware quase nunca funciona”, por causa das diferenças culturais entre os dois grupos de trabalho, acrescenta Rob Enderle, analista do Enderle Group.
Analistas também observam que a Microsoft precisa trabalhar com diversas fabricantes no Windows Phone, e não quer ser vista como exclusiva para a Nokia, especialmente com a versão 8 do sistema operacional móvel a caminho.
O Google adquiriu recentemente a Motorola Mobility, mas os analistas estão observando a compra de perto para ver como a gigante das buscas gerencia suas relações com outros fabricantes, especialmente a Samsung, líder global em Android. “Vamos ver como será, mas estou duvidando de que vai funcionar”, disse Enderle.
Matar a NokiaA maior razão porque é difícil para empresas de software e hardware trabalhar em conjunto é por causa das diferenças culturais e estilos de seus engenheiros, disse Enderle. A Microsoft comprou a WebTV e a Danger, fabricante do Sidekick, e ambas as aquisições falharam, argumenta.
“Se você considerar o tamanho da Nokia, a distância física de Redmond [sede da Microsoft no Estado de Washington, EUA], e as diferenças culturais, seria extremamente difícil de fazer isso sem destruir a Nokia no processo”, afirma.
Em vez de comprar a fabricante finlandesa, os analistas concordam que a MS precisa continuar a trabalhar em estreita colaboração com a fabricante. “Elas precisam conduzir o Windows Phone à frente o mais rápido possível, e a Microsoft precisa acreditar que o telefone é um elemento crucial para o sucesso de seu ecossistema daqui para frente”, disse Carolina Milanesi, analista do Gartner.
“Nós sabemos que você pode ser bem sucedido mesmo sem fabricar seus telefones. Veja a Apple”, acrescentou.
A Nokia disse ser crítico para o Windows Phone chegar aos 10% do mercado, bem acima de seu nível atual, abaixo de 3%. Mas como fazer isso ainda não está claro, dado que essas empresas ainda não produziram smartphones concebidos desde o início para rodar o sistema.
“A questão com a Nokia é que eles ainda não totalmente alinhados com a estratégia da Microsoft,” observou Enderle. A família Lumia foi concebida antes da parceria com a MS, no ano passado.”Ainda temos de ver o hardware que foi projetado para Windows Phone, ou que a Nokia use seus direitos especiais para criar uma experiência única”, acrescentou Enderle.
Via: IDG Now
Anúncios
Esse post foi publicado em MICROSOFT, NOKIA, NOTÍCIAS. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s