Dica: Use a abertura da lente para controlar o fundo de uma foto

Você prefere um carro com câmbio manual ou automático? Se você gosta de trocar manualmente as marchas, provavelmente também aprecia ter controle sobre outros gadgets, como sua câmera. Mas mesmo que goste das coisas automatizadas, tenho certeza de que vai querer aprender sobre os vários controles de exposição de sua câmera, já que isso irá resultar em fotos melhores. Mais especificamente, neste artigo vou mostrar como usar o controle de abertura para conseguir vários efeitos diferentes.
O que são Abertura e F-Stop?
O controle de abertura em sua câmera varia o tamanho da abertura (aha!) na lente que expõe o sensor à luz. Uma abertura maior deixa passar mais luz, enquanto uma abertura menor deixa passar menos luz. Por isso este ajuste geralmente é combinado à velocidade do obturador: para conseguir uma foto corretamente exposta, você pode usar uma abertura pequena com baixa velocidade do obturador, ou uma abertura maior com uma velocidade do obturador mais alta.
O tamanho da abertura é medido usando algo chamado f-stop, ou número f (f-number, em inglês). Você já deve ter visto estes números gravados no corpo da lente ou na tela da câmera: f/4, f/5.6, f/8 e por aí vai. É aqui que a fotografia exige um pouco de matemática: o número f é a razão entre a distância focal da lente e o tamanho da abertura. Mas o que você realmente precisa se lembrar é de que o número f e o tamanho real da abertura são opostos. Um número f maior (como f/22) é uma abertura pequena, enquanto um número f maior (como f/4) é uma abertura grande.
Conseguindo um fundo fora de foco
Tenho mais um fato para você, e aí você já estará pronto para aplicá-lo em suas fotos mundo afora. Talvez você já saiba que a profundidade de campo é a região de uma foto que está razoavelmente nítida. Uma pequena profundidade de campo é útil em situações onde você quer que apenas o assunto principal da foto esteja em foco, e o fundo fique borrado. Retratos são uma destas situações, já que um fundo detalhado pode causar distração. 
Quando maior a abertura (e menor o número f), menor a profundidade de campo. Se você estiver fazendo um retrato, coloque a câmera no modo prioridade de abertura e selecione o menor número f possível.

abertura_exemplo1-360px.jpg
Aumente a abertura para desfocar o fundo ao fazer retratos

Lembre-se que um número f pequeno corresponde a uma abertura grande. Ou seja, você está deixando muita luz entrar, então o obturador será rápido. Este é um bom modo para conseguir fotos nítidas que não sofram com “tremores” causados pelo movimento da câmera, mesmo sob pouca luz.
Nitidez máxima
Às vezes você quer o oposto: que a maior parte da foto fique o mais nítida possível. Imagine que você está tirando uma foto de um grupo de pessoas, com várias delas alinhadas naquela pose de “time de futebol”. Ou que você está fotografando alguém mas quer capturar a cena como um todo, e não quer um fundo desfocado.
Nesse caso você deve fazer o oposto da dica anterior. Use o maior número f que puder, pois isso resulta em maior profundidade de campo. Novamente, coloque a câmera no modo prioridade de abertura, mas escolha um número f como f/11 ou f/22.

abertura_exemplo2-360px.jpg
Use a menor abertura possível para que conseguir mais nitidez ao fotografar paisagens distantes
Tenha em mente que isso irá resultar em uma abertura muito pequena da lente, então será necessário muito mais tempo para expor corretamente a imagem. Talvez o tempo seja longo demais para manter a câmera estável manualmente. Então o melhor é fazer estas fotos na melhor luz possível, ou aumentar o ISO. Com isso o sensor fica mais sensível a luz, e você pode fotografar com um obturador mais rápido.
O máximo em nitidez “de ponta a ponta” vem de uma técnica conhecida como “fotografia hiperfocal”, onde a abertura é ajustada para que tudo esteja em foco, do objeto mais próximo da lente ao infinito. Falaremos sobre isso em um artigo futuro.
Procure uma lente rápida
Se você tem uma DSLR, pode ser interessante considerar a compra de uma lente mais rápida para lhe dar mais flexibilidade na hora de fazer fotos no modo prioridade de abertura. Quando fotógrafos falam sobre uma lente “rápida”, estão falando sobre a abertura máxima (menor número f) da qual a lente é capaz. A maioria das lentes não passa de f/5.6 ou f/4, mas é possível encontrar lentes “premium” que vão a f/2 ou ainda melhor. Sim, elas custam mais, mas permitem fotografar sob luz muito mais fraca, e a grande abertura pode gerar uma profundidade de campo maravilhosamente pequena.
Via: IDG Now
Anúncios
Esse post foi publicado em DICAS, FOTOGRAFIA. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s