O Google está lucrando apenas US$ 15 em cada Nexus 7 vendido

Um dos problemas em produzir tablets baratos são as altas margens de lucro dos fabricantes, combinado com a falta de componentes padronizados (como no caso dos PCs), o que faz com que com que cada novo produto precise ser projetado e produzido a partir do zero, aumentando os custos.
Embora os chineses estejam produzindo tablets de baixo custo há bastante tempo, a qualidade da grande maioria dos modelos deixa muito a desejar, com o uso de telas de baixa qualidade, SoCs baratos, de baixo desempenho, construção de baixa qualidade e assim por diante. Por outro lado, tablets dos grandes fabricantes custam várias vezes mais, começando na casa dos US$ 350.
A Amazon tem feito um bom sucesso nos EUA com o Kindle Fire, que oferece uma configuração modesta e é limitado pela versão fortemente modificada do Android usada pela Amazon, mas ainda assim o preço tem feito com que ele seja um sucesso. O Nexus 7 tem tudo para se tornar rapidamente o tablet Android mais popular, já que ele combina um preço baixo, de apenas US$ 199 com uma configuração parruda, incluindo um processador quad-core, 1 GB de RAM, tela de 1280×800 e uma construção muito boa.  Em resumo, em vez de apenas mais um tablet barato remendado, o Google está colocando um produto realmente desejável no mercado. 
O segredo por trás da oferta do Google é muito simples: O Google está adotando uma estratégia similar aos dos fabricantes de video-games e impressoras, vendendo o Nexus 7 com uma margem de lucro extremamente baixa, usando a estratégia de ganhar algum dinheiro depois com softwares, anúncios e serviços.
Segundo um estudo da UBM TechInsights cada Nexus 7 custa US$ 184 para ser produzido, o que deixa o Google com uma margem de lucro bruta de apenas US$ 15, que precisa ser ainda dividida com os diferentes parceiros, canais de vendas e assim por diante. No final, é bem provável que o Google esteja na verdade perdendo dinheiro.
Por quê estão vendendo o Nexus 7 a este preço então? Existem vários motivos. O primeiro é que os tablets são um mercado estratégico para o Google, no qual o Android ainda estava patinando. Vendendo alguns milhões de unidades do Nexus 7 o Google pode começar a mudar o cenário, abrindo caminho para Androids de outros fabricantes. O segundo é que o Nexus 7 vira um benchmark em matéria de especificações e preço, que outros fabricantes precisarão bater para conseguirem emplacar seus produtos, derrubando os preços de outros tablets e assim fortalecendo a plataforma como um todo.
Finalmente, temos a questão dos lucros indiretos. O Google tem ganhado muito dinheiro com a venda de softwares e outros conteúdos no Google Play, bem como pelo uso de seus serviços de busca e anúncios. Mesmo sem ganhar nada no hardware, o Google continua ganhando um bom dinheiro com todas essas receitas indiretas.
Via: Hardware
Anúncios
Esse post foi publicado em ANDROID, GOOGLE, NEXUS 7. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s