Windows 8 RTM sai em agosto, e a versão final em outubro

Confirmando o que já era esperado, a Microsoft comentou publicamente que o Windows 8 RTM (Release to Manufacturing) será lançado na primeira semana de agosto, com o lançamento comercial ao público no final de outubro.
A compilação RTM é dada como a versão “final” do Windows, e indica o estágio em que ele vai para os fabricantes. A partir daí cada um começa a personalizar o sistema (dentro das suas limitações) para gerar as imagens de instalação nas máquinas que serão vendidas. É comum que a compilação RTM seja liberada indevidamente em sites de torrent antes do lançamento final, como tem ocorrido com todas as últimas versões do Windows.
Tela Iniciar do Windows 8 depois de alguns programas instalados e fixos manualmente
Tela Iniciar do Windows 8 depois de alguns programas instalados e fixos manualmente.
 
Em maio a Microsoft comentou que o RTM estaria pronto em cerca de dois meses. A data anunciada está dentro do previsto.
O Windows 8 mudará muitos paradigmas, mas no dia-a-dia não é assim tão diferente como pode parecer. Desconsiderando a interface Metro e a tela de início (que some ao teclar a tecla do logotipo do Windows, trazendo o desktop) o sistema se mostra como uma grande evolução do 7, consumindo menos recursos, sendo mais rápido para inicializar (é comum conseguir boots de 3 a 5 segundos em máquinas atuais usando SSD, um tempo menor do que o que o 7 consegue atingir), entre muitas outras coisas. Em termos de interface a pior coisa parece ser a perda do Aero, que tornará as janelas ainda mais planas e brancas – é uma forma indireta de tentar forçar o estilo Metro, já que tudo usará linhas retas e suaves, sem “frescuras” gráficas. No Release Preview ainda há o Aero, responsável pelas transparências nas bordas das janelas. O tema é diferente do 7 (mais quadradão), mas até o RP o Aero ainda estava lá.
Uma coisa que facilitará a venda do sistema é o preço de upgrade. Pelo menos por tempo limitado (até o final de janeiro) o upgrade do XP, Vista ou 7 para o Windows 8 Pro sairá por US$ 40, cerca de R$ 80 (considerando o Brasil incluso na lista de 131 países, o que precisa de confirmação, mas seria muito estranho ficarmos de fora com essa quantidade de mercados).
Quem comprou um computador ou notebook com Windows 7 a partir de 2 de junho poderá fazer a atualização por apenas R$ 30, um valor que mudará a história de upgrade do Windows.
A redução no preço de upgrade é temporária, ainda assim interessante, considerando o histórico dos preços do Windows. A Microsoft investiu todas as apostas no estilo Metro, e espera conseguir retorno com os tablets e o gigante mercado de venda de apps, hoje dominado pela Apple e Google.
Há vários vídeos e artigos recentes sobre o Windows 8 e os planos da Microsoft no site da MS Worldwide Partner Conference, evento que vai até o dia 12 em Toronto.
Via: Hardware
Anúncios
Esse post foi publicado em MICROSOFT, WINDOWS 8. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s