Quase 25% da população mundial pretende ver as Olimpíadas via web

Pesquisa divulgada pela consultoria Ipsos nesta sexta (27) revela que 72% da população de 24 países pretende assistir pelo menos alguma parte das Olimpíadas 2012, em Londres. O estudo diz que as mídias preferidas serão a televisão (65%), Internet (23%), smartphones (6%) e tablets (4%). 
Entre os esportes mais citados, aparecem o atletismo (20%) e futebol (20%). As modalidades são seguidas de perto por natação (16%), ginástica olímpica (14%), vôlei (5%), basquete (4%), boxe (3%) e ciclismo (2%).
“Como sempre, as atenções estão voltadas para as Olimpíadas. O que está mudando é a forma como ela será vista, devido à evolução na distribuição digital de conteúdo”, diz Odmar Almeida Filho, CEO da Ipsos no Brasil. A enquete foi feita com 18,6 habitantes de diversos países. 
Mais de seis em cada dez pessoas (62%) afirmaram ter interesse (22% fortemente, 40% algum interesse) nos Jogos – apenas 37% declaram que não pretendem assistir nada (24% não muito interessados e 13% nenhum interesse). 
As Olimpíadas serão assistidas em plataformas variadas. A TV (65%) lidera, mas as novas tecnologias já aparecem com vigor. Quase um quarto dsa pessoas usará a Internet (23%) e um em cada dez, celulares (6%) ou tablets (4%). A TV tem presença fortíssima no México, com 82% de preferência, seguido pela Coréia do Sul (80%), Brasil (79%) e índia (75%). Já na Bélgica (48%), Arábia Saudita (49%), Alemanha (50%) e França (52%) o uso da TV é menos provável.
Os chineses são os mais propensos a utilizar tecnologias menos tradicionais. Na verdade, quase toda a base respondente (94%) da China indicou: 67% vai assistir pela Internet, 16% em telefones celulares e 15% em tablets. 
Na Índia, uma maioria similar irá utilizar as novas tecnologias: 50% online, 24% via celulares e 15% em tablets. Os próximos países da lista a utilizar novas tecnologias ainda mantêm alguma distância em relação à China e à Índia: Coréia do Sul (58% online, celular e tablets combinados), Arábia Saudita (54%) e Turquia (43%). 
Menos de um em cada cinco dos entrevistados da Bélgica (14%), Itália (14%), Alemanha (15%), Austrália (16%) e França (16%) vão utilizar as tecnologias não convencionais. Um dado interessante é que um em cada vinte fortemente concorda em baixar algum aplicativo de smartphone para assistir os jogos ao vivo (5%) e receber as atualizações sobre as competições (5%). Um em cada sete pode fazer: 15% “concorda um pouco” em baixar algum aplicativo para assistir aos jogos enquanto 16% “concorda um pouco” em buscar aplicativo para receber as atualizações.
Via: IDG Now
Anúncios
Esse post foi publicado em INTERNET, NOTÍCIAS, WEB. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s