Stallman comenta sobre os jogos da Valve no Linux

O polêmico Richard Stallman comentou sobre a chegada dos jogos da Valve ao Linux, tema que tem agitado os entusiastas do pinguim ultimamente.
A clássica imagem do Left 4 Dead 2 rodando no Ubuntu, foto do Phoronix
A clássica imagem do Left 4 Dead 2 rodando no Ubuntu; foto do Phoronix

Numa tradução livre, as palavras dele:
Uma empresa bem conhecida, Valve, que distribui jogos de computador não-livres com DRM, recentemente anunciou que distribuirá esses jogos para o GNU/Linux. Que efeitos bons e ruins isso pode ter?
Suponho que a disponibilidade de programas populares não-livres no GNU/Linux possa ajudar a adoção do sistema. Todavia, nosso objetivo vai além de fazer esse sistema ser um “sucesso”; a meta é levar a liberdade aos usuários. Assim sendo, a questão é como esse desenvolvimento afeta a liberdade dos usuários.
Programas de jogos não-livres (assim como outros programas não-livres) são antiéticos, pois negam a liberdade aos seus usuários. (Arte no jogo é um caso diferente, porque não é software.) Se você quer liberdade, um dos requisitos para isso é não ter programas não-livres no seu computador. Isso é bem claro.
Todavia, se você for usar esses jogos, é melhor que você os utilize no GNU/Linux do que no Microsoft Windows. Pelo menos você evita o mal à sua liberdade que o Windows faria.
Assim, em termos práticos, esse desenvolvimento pode tanto fazer mal como bem. Ele pode encorajar usuários do GNU/Linux a instalar estes jogos, e também pode encorajar usuários dos jogos a substituir o Windows por GNU/Linux. Meu palpite é que o efeito direto será maior do que o dano direto. Mas também há um efeito indireto: o que o uso destes jogos ensina às pessoas na nossa comunidade?
Qualquer distro GNU/Linux que vier com software para oferecer estes jogos mostrará aos usuários que o lance não é a liberdade. Programas não-livres em distros GNU/Linux já trabalham contra a meta da liberdade. Adicionar estes jogos a uma distro aumentaria o efeito.
Se você quer promover a liberdade, por favor, não fale sobre a disponibilidades desses jogos no GNU/Linux como um suporte para a nossa causa. Em vez disso você pode avisar as pessoas sobre o concurso de jogos livres Liberated Pixel Cup, o Free Game Dev Forum, e a noite de jogos livres do LibrePlanet Gaming Collective.

O comentário está no site do GNU. Até que foi bem leve perto do que ele costuma soltar.

Além dos males de usar diversos softwares proprietários, com destaque para o Windows, ele também critica fortemente serviços online como o Facebook. Quem quer pensar na liberdade com segurança pessoal online deve ler isso, mesmo que no momento seguinte esqueça tudo e volte para a aba da rede social 😛
Via: Hardware
Anúncios
Esse post foi publicado em Linux, NOTÍCIAS, OPEN SOURCE, SOFTWARE LIVRE. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s