Microsoft simplifica termos de licenciamento do Windows 8

Com o Windows 8 a Microsoft está simplificando os termos de licença, o famoso EULA – End User License Agreement. Além dos termos formais (que quase ninguém lê) o contrato exibirá uma FAQ bem mais amigável. Pelo menos é o que está sendo observado nas versões atuais, já finalizadas mas ainda não necessariamente empacotadas para o varejo.
Windows 8
Os principais pontos incluem o direito a virtualização ou instalação numa partição real de um computador que o usuário estiver montando, caso licencie no modo Personal Use License for System Builder. Esta é uma licença que será vendida diretamente aos consumidores finais, supostamente (muitos esperam) por um preço menor do que as tradicionais cópias em caixinha até o Windows 7. Ela servirá basicamente para quem compra o Windows na caixa ou via download, sem ser upgrade nem junto com uma máquina nova.
Ela é similar à edição OEM, entregue a fabricantes de computadores, notebooks e tablets. A diferença é que o controle da instalação é passado diretamente ao consumidor. Na prática não mudará muita coisa, a alteração se dá mais nos termos – e alguns dizem que também haverá uma redução no preço perto das versões anteriores.
A FAQ deixa clara a distinção entre compra/venda e licenciamento. O Windows não é “vendido”; é “licenciado”, ou seja, a fabricante garante o direito de uso mediante pagamento – mas você não pode fazer o que quiser com o software, mesmo tendo pago. Esse é um conceito bastante claro para quem lida com a área de software/hardware, mas nada intuitivo para os consumidores leigos e profissionais de outras áreas – boa parte do público do Windows.
Além da Personal Use License for System Builder outras duas edições comuns são a OEM e a versão de upgrade (oferecida com um grande desconto nos primeiros meses). Segundo fontes do The Verge a versão de upgrade custará US$99,99 após 30 de janeiro, quando acabar a promoção de upgrade por US$39,99 (lembrando que o de US$ 15 é para PCs novos com o Windows 7, enquanto o de US$ 40 vale para clientes com XP, Vista ou 7).
 
Tradicionalmente a edição OEM deve vir junto com um computador ou notebook, mas não é difícil encontrá-la à venda individualmente por um preço mais baixo do que a versão “full” – inclusive em lojas e sites nacionais! A troca da antiga licença Full Packaged Product (FPP) pela System Builder parece facilitar esse ponto, entregando praticamente uma edição OEM para os “montadores de computadores” – como muitos aqui, que compram a placa mãe, processador e os demais componentes e montam uma máquina personalizada por conta própria.
 
Ter uma FAQ no EULA é um bom sinal: finalmente a MS percebeu que muita gente simplesmente não dava atenção ou não entendia aquelas várias páginas de texto. Bom, vendo pelo hábito da maioria das pessoas, provavelmente o novo EULA continuará sendo ignorado 😛
 
As medidas anti-pirataria do Windows 8 foram reforçadas, embora já aleguem ter crackeado o sistema pouco depois de vazar o RTM. O Windows 8 não vai deixar trocar o tema do ambiente enquanto não for ativado, além de manter uma marca d’água na tela mais irritante do que a do Windows 7. Diversas configurações de personalização do estilo Metro ficarão bloqueadas (ops, do novo estilo… é difícil deixar de usar o nome ‘Metro’ :P).
 
Para aqueles que querem experimentar o Windows 8 sem precisar comprá-lo nem apelar para fontes não oficiais, há um trial da versão final da edição Enterprise disponível para download. Ele funcionará por 90 dias mas é exclusivo para testes, não permitirá fazer uma atualização depois.
Via: Hardware
Anúncios
Esse post foi publicado em MICROSOFT, NOTÍCIAS, WINDOWS 8. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s