Marissa Mayer: Yahoo está indo bem, mas pode fazer melhor

Marissa Mayer, em sua primeira conferência de lucros para o Yahoo desde que se tornou CEO, delineou uma ampla gama de áreas em que a empresa precisa melhorar. “Foi um trimestre sólido ativo e com algumas conquistas agradáveis”, disse a executiva, que veio para empresa em julho, depois de uma brilhante carreira no Google.
A receita foi de 1,2 bilhão de dólares no trimestre, encerrado em 30 de setembro – queda de 1% ao ano. Subtraindo comissões pagas a parceiros de publicidade, a receita foi de 1,08 bilhão de dólares, correspondendo à expectativa de analistas entrevistados pela Thomson Financial.
O lucro líquido aumentou para 3,16 bilhões de dólares, ou 2,64 dólares por ação – após um lucro líquido de 2,8 bilhões de dólares, referentes à devolução de parte de sua participação no Alibaba Group à empresa chinesa. Isso se compara ao lucro líquido de 293,3 milhões de dólares, ou 23 centavos de dólar por ação, no terceiro trimestre de 2011. Excluindo as transações referentes à ações da Alibaba, o Yahoo ainda aumentou seu lucro em 35 centavos de dólar por ação e superou as expectativas dos analistas de 26 centavos de dólar por ação.
Mayer disse que a empresa é incentivada pelo que considera uma “estabilização” da receita de anúncios de exibição e de busca, mas advertiu que vai levar “vários anos” para que a receita do Yahoo exceda a taxa de crescimento de todos os mercados em que atua – que é a meta atual.
Depois de subtrair comissões de parceiros, a receita de publicidade de exibição foi de 452 milhões de dólares, enquanto que a receita de publicidade de busca foi de 414 milhões de dólares – um aumento de 11%.
Nesse meio tempo, Mayer prometeu que os clientes, parceiros e investidores verão um progresso mensurável, concreto e consistente em direção a esse objetivo. Os resultados do terceiro trimestre, disse ela, fornecem “uma base sólida sobre a qual a podemos crescer.”
Para efeito de comparação, o mercado de publicidade online dos EUA cresceu 14% no primeiro semestre deste ano, registrando 17 bilhões de dólares, de acordo com um estudo recente patrocinado pelo Interactive Advertising Bureau (IAB) e realizado pela PwC EUA. Gastos com publicidade de busca cresceram 19%, enquanto os gastos com publicidade de exibição subiram 4%, em comparação com o primeiro semestre de 2011.

Mobilidade

Mayer enfatizou a importância da mobilidade e disse que ofertas móveis e de uso do Yahoo estão “crescendo bem”. Ela destacou como realizações nessa área a renovação da página de busca do Yahoo móvel em 23 países e uma versão atualizada do aplicativo Flickr para dispositivos móveis Android. “Temos feito progressos, mas o Yahoo não capitalizou a oportunidade móvel”, disse ela. Em particular, a empresa não tem seus sites voltados efetivamente para dispositivos móveis e tem “investido pouco” em desenvolvimento front-end móvel, disse.

Além disso, sua linha de produtos móveis é muito fragmentada, com mais de 76 diferente aplicações para iOS e Android. “Nossa prioridade é uma estratégia móvel focada, coerente”, disse.
Quanto às Buscas, Mayer disse que a receita que o Yahoo está recebendo de sua parceria com a Microsoft permanece abaixo das expectativas, mas a empresa ainda está se beneficiando das garantias existentes. 
O Yahoo vai se esforçar para aumentar a sua quota no mercado de busca, que é prioridade, aproveitando as oportunidades que esse acordo proporciona para inovar de forma independente suas páginas de resultados de busca, disse ela. “Há um claro potencial de valorização aqui, e é hora de usá-lo”, disse ela.
Microsoft e Yahoo assinaram seu acordo de buscas de 10 anos em meados de 2009 e conseguiu autorização regulamentada no início de 2010. No entanto, por uma variedade de razões técnicas e operacionais, a parceria não produziu os resultados esperados. Quando o acordo foi firmado, Yahoo e Microsoft acreditavam poder competir melhor contra o Google, que domina o uso de pesquisa e publicidade, mas a gigante de Mountain View tem mantido a sua posição.
Resumindo, o acordo coloca a Microsoft encarregado de indexação, rastreamento e classificação da Web, e de autoatendimento e das vendas de publicidade por cliques. A Yahoo, por outro lado, concordou em pagar à Microsoft uma comissão por cliques pagos em seus próprios sites e sites parceiros, e ficou encarregada de vender anúncios de busca premium, garantindo anúncios de buscas para ambas as empresas.
Quando o acordo foi assinado, a Yahoo estimou que, quando totalmente implementado, o acordo aumentaria sua receita anual em cerca de 500 milhões de dólares, proporcionando economia de cerca de 200 milhões de dólares nas despesas e aumentando o fluxo de caixa anual em cerca de 275 milhões de dólares.
Mayer também disse que está investindo em conteúdo para o Yahoo – tanto para seus sites com conteúdo gerado por usuários, como o Yahoo Respostas, quanto para os sites de conteúdo profissional. Melhorar conteúdo personalizado e anúncios é a chave para o Yahoo, disse ela.
Melhorias na casa
Em nível corporativo, Mayer disse que tem enfatizado na transparência e diálogo aberto com os empregados, colocando ferramentas para incentivar o feedback, remover a burocracia e alinhar novas medições de desempenho para a empresa e seus funcionários. “Estamos trabalhado nesses novos sistemas para melhorar nosso desempenho”, disse ela.

A CEO disse que outra prioridade é contratar as melhores pessoas disponíveis, por isso é importante fazer o Yahoo um lugar atraente para o trabalho. Já há sinais de que isso está acontecendo, com base no aumento do número de pessoas talentosas que manifestaram interesse em participar do Yahoo, e aumento do número de empresas iniciantes que querem ser adquiridas, disse ela.
O Yahoo teve uma queda financeira ano após ano, passando pela mão de vários executivos e demissões. Vai ser interessante ver se Mayer é a única que pode finalmente recuperar a empresa, alcançando uma posição de liderança no mercado de Internet, maximizando o potencial de muitos acreditam que a companhia ainda tem.
Via: IDG Now
Anúncios
Esse post foi publicado em MERCADO, NOTÍCIAS. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s