10 coisas no Windows 8 que não existem no Windows 7

A radical mudança da Microsoft rumo a uma experiência centrada no toque no Windows 8 não é a única diferença entre o novo sistema operacional e seu predecessor. Outras diferenças incluem uma melhor integração com serviços na nuvem, melhor segurança, mais opções para o uso de múltiplos monitores e muito mais.
Se você está pensando em migrar, mostramos a seguir 10 recursos chave do Windows 8 que não existem no Windows 7. E antes de se decidir pelo upgrade, leia nosso review do novo sistema, veja 10 dicas para dominá-lo, prepare seu PC e confira nossa lista com os 10 apps que você deve baixar primeiro
A tela Iniciar
O tradicional Menu Iniciar desapareceu, substituído pela tela Iniciar, um conjunto de blocos multicoloridos que funcionam como atalhos para seus aplicativos favoritos e também podem mostrar informações atualizadas dinâmicamente, como os últimos emails ou a previsão do tempo.
Pressionar a combinação Win+X no teclado faz surgir um menu que a Microsoft apelida de “Iniciar simplificado”, que tem alguns itens do velho menu mas não todos. Não há, por exemplo, uma lista de programas, embora haja atalhos para o painel de controle, gerenciador de tarefas, prompt de comando, etc. 
nometro_desktop-360px.jpg
Utilitários como o Pokki são alternativas para ter o Menu Iniciar de volta
Esta mudança causou muito incômodo entre os usuários de longa data do Windows, tanto que há empresas vendendo aplicativos que replicam a funcionalidade do menu Iniciar, como o Pokki da SweetLabs (sobre o qual já falamos), o ViStart8 da Lee-Soft e o Start8 da Stardock.
Lado a Lado
No Windows 8 os aplicativos, por padrão, rodam em tela cheia. Mas é possível ver dois aplicativos ao mesmo tempo, um ocupando cerca de três quartos da tela à esquerda ou direita e o outro ocupando o espaço restante. Deslizar o separador entre eles permite mudar o tamanho.
dicaswin8_ladoalado-360px.jpg
Apps “modernos” podem rodar lado-a-lado

Este recurso é útil se alguém está trabalhando em um documento, por exemplo, mas quer manter uma conversa com um colega de trabalho ao mesmo tempo num programa de mensagens instantâneas. Infelizmente, só dá para mostrar dois aplicativos por vez.
Picture Password
Tradicionalmente os usuários protegem seus computadores com senhas geradas por combinações de letras e números digitadas no teclado. Mas o Windows 8 introduz um novo sistema de proteção, chamado Picture Password.
Os usuários podem escolher uma imagem e definir até três “gestos” sobre pontos específicos dela para acessar a máquina. Por exemplo, escolher uma retrato de uma pessoa querida e definir como gestos um toque no olho esquerdo, um toque no olho direito e deslizar os dedos sobre o sorriso. 
É um novo paradigma em termos de senhas, mas tem seus críticos. Um especialista em segurança qualifica o recurso como um “brinquedo”, dizendo que a senha pode ser descoberta se alguém filmar o usuário fazendo o login, mesmo à distância. Também é mais difícil fazer o backup deste tipo de senha, caso o usuário esqueça os pontos exatos e a sequência entre eles.
Refresh e Reset
Se um sistema com Windows 8 ficar corrompido, os usuários tem duas opções: um “refresh” e um “reset”. A primeira opção (chamada “Atualizar PC sem afetar os arquivos”) é a menos extrema: ela reinstala arquivos de sistema, mas preserva as configurações e dados pessoais do usuário. Estas informações são salvas em uma partição separada no HD, o sistema é reinstalado e depois os dados são restaurados.
Aplicativos “modernos”, feitos sob medida para o Windows 8 e distribuídos através da Windows Store, também são preservados. Mas aplicativos “tradicionais”, feitos para versões anteriores do Windows, terão de ser reinstalados manualmente.
Já o Reset (“Remover tudo e reinstalar o Windows”) é um recomeço. O sistema operacional, configurações, dados e aplicativos são apagados, e uma nova cópia do Windows 8 é instalada. É como se seu PC tivesse acabado de sair da caixa.
dicaswin8_reset-360px.jpg
Novas opções facilitam a restauração do sistema

Também há uma opção para exclusão segura dos dados durante um “reset”, que sobrescreve as informações no HD com dados aleatórios, tornando-as inacessíveis aos softwares tradicionais de recuperação de dados. É uma boa forma de garantir a exclusão de informações sensíveis, embora não as torne 100% irrecuperáveis. Mas segundo a Microsoft, para isso seria necessário equipamento caro pelo qual a maioria das pessoas não pode pagar.
Windows Store
Uma parte importante do Windows 8 são os aplicativos desenvolvidos especialmente para o sistema, apelidados de “aplicativos modernos”, que colocam em evidência os novos conceitos da interface. Eles só estão disponíveis através da Windows Store, uma loja online onde os desenvolvedores podem oferecer seus apps após receberem certificação da Microsoft. É como o Google Play em smartphones Android, a App Store nos aparelhos com iOS ou a Mac App Store nos Macs.
Quando um desenvolvedor vende um aplicativo através da Windows Store recebe 70% do valor, e os outros 30% ficam com a Microsoft a título de custos de operação. Mas se o aplicativo fizer sucesso e ultrapassar os US$ 25 mil em vendas, a proporção muda: o desenvolvedor fica com 80%, e a Microsoft com os 20% restantes.
reviewwin8_loja-360px.jpg
A Windows Store é o ponto de partida para conseguir novos apps

A idéia é encorajar o desenvolvimento de aplicativos de alta qualidade que atraiam o interesse dos usuários e ajudem a promover a venda de aparelhos com Windows 8. Se a comunidade de desenvolvedores abraçar a idéia, como fez com a Apple e sua App Store, logo os usuários terão uma ampla variedade de software útil e divertido. A loja também é responsável por atualizar automaticamente os aplicativos instalados nas máquinas do usuário.
Boot seguro
O Boot Seguro (Secure Boot) é um recurso que garante que o sistema operacional que está sendo carregado não foi modificado de forma a incluir código malicioso ou alguma ameaça oculta. Isso é feito assinando o núcleo (kernel) do sistema com um certificado da Microsoft. Se o sistema for modificado a assinatura não irá “bater”, e o sistema não será carregado. Isto é uma novidade no Windows, e especialistas em segurança dizem que representa uma melhoria significativa na manutenção da integridade do sistema.
Contudo, também pode ser um desafio para os desenvolvedores de sistemas operacionais alternativos, como as muitas distribuições Linux disponíveis, que não são assinadas. Entretando, distribuições como o Fedora, Ubuntu e a própria Linux Foundation anunciaram formas de contornar o problema.
Skype
O Skype, que em maio do ano passado foi adquirido pela Microsoft, está integrado ao Windows 8. O app é gratuito na Windows Store, e se integra a outros aplicativos do sistema como o Pessoas, que armazena as informações de seus contatos. O bloco dinâmico do app na tela Iniciar mostra informações como chamadas perdidas e mensagens não lidas.
appswin8_skype-360px.jpg
O Skype tem novo visual e se integra ao resto do sistema
Assim como nas versões anteriores do Skype, é possível fazer chamadas de voz ou vídeo e enviar mensagens de texto para outros usuários do Skype, bem como ligar para números de telefone (fixos ou celulares) em todo mundo usando minutos pré-pagos.
Suporte à arquitetura ARM
Antes do Windows 8, o Windows só rodava em máquinas com processadores Intel. Mas isso muda com o Windows 8: uma versão do sistema chamada Windows RT não só foi projetada para rodar em aparelhos com processadores ARM, mas só pode ser adquirida pré-instalada neles. A própria Microsoft está quebrando a longa tradição de deixar o hardware aos cuidados de seus parceiros e desenvolveu o Surface RT, um tablet Windows 8 com processador ARM e um teclado opcional.
Um dos benefícios da arquitetura ARM é um consumo de energia menor do que o de processadores x86 (o nome dado à arquitetura usada nos chips Intel) equivalentes, o que resulta em maior autonomia de bateria nos aparelhos, algo muito importante em dispositivos móveis.
O Surface RT é voltado aos consumidores que querem a funcionalidade de um tablet mas também precisam dos aplicativos de produtividade da Microsoft. Por isto o Windows RT vem com uma versão especial do Microsoft Office, embora com algumas limitações: ela não é licenciada para uso comercial, não tem aplicativos como o Outlook e tanto o Word quanto o Excel não tem alguns dos recursos de suas versões desktop, como Macros.
Integração com o SkyDrive
Como sugere o nome, o SkyDrive é o serviço online de armazenamento de dados da Microsoft, o que inclui documentos, fotos, vídeos e, no Windows 8, até as configurações de seu PC. No novo sistema arquivos armazenados no SkyDrive aparecem junto aos armazenados no HD de seu computador, sem distinção entre o que é “local” e o que é “online”. Em alguns aplicativos, como o Office 2013, o SKyDrive é o local padrão onde todos os arquivos são salvos.
O SkyDrive também é integrado ao Windows Phone, tornando possível que uma foto feita no smartphone seja enviada automaticamente para a “nuvem” e apareça no PC. Na verdade usuários podem acessar as informações no SkyDrive em qualquer PC conectado à internet, e até em smartphones Android ou iOS
Usando o SkyDrive também é possível compartilhar conteúdo com outros usuários, facilitando a colaboração. Desenvolvedores também tem à disposição APIs para que possam integrar o suporte ao serviço em seus próprios aplicativos.
Melhor suporte a múltiplos monitores
Quem trabalha com dois ou mais monitores poderá aproveitar vários recursos úteis. Coisas como a opção de colocar a barra de tarefas do desktop em todas as telas, ou apenas na tela onde o aplicativo ativo está sendo exibido.
Também há novos atalhos de teclado que facilitam mover aplicativos de um monitor para o outro, suporte a “arrastar e soltar” janelas entre monitores e a capacidade de mostrar uma única imagem como papel de parede em todas as telas.
Via: IDG Now
Anúncios
Esse post foi publicado em DICAS, MICROSOFT, WINDOWS, WINDOWS 8. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s