Yahoo ignorará recurso "Do Not Track" do Internet Explorer 10

O Yahoo planeja ignorar solicitações de privacidade enviadas pelo recurso “Do Not Track” (Não me rastreie, em tradução livre) do navegador Internet Explorer 10. A gigante também chamou a decisão de seu aliado de “abuso” e apontou um possível rompimento entre os parceiros de pesquisa.

Um especialista em “Do Not Track” (DNT), no entanto, não achou que a decisão do Yahoo, anunciada na semana passada, afetaria o acordo com a Microsoft. “Não acho que isso é significante”, afirmou o diretor de privacidade do consumidor do Centro para Democracia e Tecnologia, Justin Brookman, que está envolvido no esforço para normalização do DNT.

Dan Olds, analista do Gabriel Consulting Group, concordou. “Isso não chegará ao ponto de afetar a relação Yahoo-Microsoft. Grandes empresas como estas são capazes de separar as coisas.”

O Internet Explorer 10, lançado em 26 de outubro juntamente com o Windows 8, é o único navegador que possui o recurso “Do Not Track” habilitado por padrão. Uma prévia do navegador será lançada para o Windows 7 em meados de novembro.

Na verdade, alguns argumentam que o IE10 não alterou a configuração do recurso. Em agosto, a Microsoft disse que, durante a instalação do Windows 8, os usuários seriam notificados do ajuste e teriam a opção de desabilitá-lo, se assim desejassem.

O “Do Não Track” notifica se o usuário quer que anunciantes online e sites rastreem seus movimentos, enquanto navegam. Quatro dos cinco principais navegadores – Firefox, IE, Opera e Safari – podem enviar uma solicitação de DNT, enquanto o Chrome terá essa opção no browser até o final deste ano. Todos, com exceção do IE, terão essa opção desabilitada no navegador por padrão – os usuários terão que habilitá-lo manualmente.

“Em princípio, apoiamos o DNT,” disse o Yahoo em um post no blog. “[Mas] a Microsoft decidiu unilateralmente ligar o DNT no Internet Explorer 10 por padrão, em vez de dar essa opção aos usuários. Basicamente, significa que as solicitações de DNT do IE10 não expressarão a intenção do usuário. Por enquanto, nós não reconheceremos as soliitações de DNT do Internet.”

Anunciantes online rejeitaram a ideia de que os navegadores podem habilitar o DNT sem pedir permissão aos usuários, na esperança de que a norma em questão não seja amplamente adotada.

O Yahoo se referiu a isso em seu blog, dizendo: “Na nossa visão, esse padrão degrada a experiência para a maioria dos usuários e faz com que seja difícil de cumprir nossa proposta de valor para eles.”

“Proposta de valor” significa que os usuários devem aceitar os anúncios direcionados, como o preço para poderem usufruir de um software livre, serviços e conteúdo – o que anunciantes dizem tornar a Internet o que é. Afinal, o rastreamento por anunciantes é necessário para fornecer propagandas segmentadas.

Via: IDG Now
Anúncios
Esse post foi publicado em NAVEGADORES, NOTÍCIAS, PRIVACIDADE. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s