Fundador do Megaupload teria sido investigado ilegalmente, diz site

Dotcom não poderia ser espionado por morar no país
Reprodução/Instagram
O departamento de combate ao crime organizado da Nova Zelândia (New Zealand Organised and Financial Crime Agency) teria cometido um erro ao ignorar ou esquecer que o fundador do Megaupload, Kim Dotcom, possui visto de moradia permanente no país.
Essa informação seria muito importante para as investigações, pois as leis locais não permitem que os órgãos públicos espionem os moradores do país, apenas os que não são regularizados. As informações são do site inglês “The Register”
De acordo com a página inglesa, a informação teria sido obtida em um documento da justiça da Nova Zelândia. No entanto, o site não garante a autenticidade do arquivo.
A justificava para o erro, que aparece no suposto registro, é de que o departamento de combate ao crime organizado teria questionado o setor que cuida da segurança de estrangeiros no país (New Zealand Government Communications Security Bureau) se Dotcom poderia ser investigado, e a resposta teria sido positiva, pois o fundador do Megaupload não seria morador permanente na Nova Zelândia.
Anúncios
Esse post foi publicado em MEGAUPLOAD, NOTÍCIAS. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s