Gnome: Tradicional ambiente para Linux está de volta

Seria difícil imaginar uma prova mais viva da aversão de muitos usuários do Linux à nova versão Gnome 3 do que as opções alternativas que surgiram em resposta.
É claro que o Unity foi outro fator motivador. Temos visto o lançamento dos tradicionais desktops MATE e Cinnamon, por exemplo, bem como todas as distros, como SolusOS e a última novidade, o “pure Gnome” para Ubuntu– focado em fornecer uma experiência mais clássica.
Em uma surpreendente reviravolta, no entanto, o projeto Gnome anunciou estar trabalhando em um “modo clássico”, que trará de volta elementos fundamentais do tradicional Gnome 2.
Um pouco de história: No início deste mês, o projeto anunciou faria um pequeno “retrocesso” no próximo 3.8. Destinado a sistemas que não precisam atender à renderização 3D exigida pelo Gnome Shell, o modo de retorno oferece uma área de trabalho 2D muito semelhante àinterface do usuário do 2.
“Nós conversamos sobre os usuários que usam o modo de retorno, porque eles estão familiarizados com certos elementos e características do 2 UX, tais como barra de tarefas, minimização, etc”, escreveu o desenvolvedor Matthias Clasen, em um comunicado.
“O Gnome 3 trouxe novos padrões para substituir estes, como visão geral e de busca”, acrescentou Clasen. “E, enquanto nós certamente esperamos que muitos usuários achem as novas formas confortáveis ​​e limpas depois de uma fase de aprendizagem curta, não devemos culpar as pessoas que preferem a velha. Afinal, esses recursos foram o ponto crucial para manter o Gnome 2 por 10 anos!”
Em vez disso, o projeto prevê uma pequena modificação no conjunto de extensões disponíveis para o Shell, entre as quais já estão muitas que trazem de volta os elementos clássicos da interface do usuário, observou Clasen.
Especificamente, o projeto decidiu compilar uma lista de extensões suportadas focadas em recriar a sensação da clássica interface, incluindo a clássica aba Alt, barra de tarefas, botões min/max e menu principal. “Para garantir que essas extensões continuem funcionando, vamos liberá-las como um tarball, assim como qualquer outro módulo,” Clasen disse.

O que ainda está para ser decidido é como os usuários irão ativar esse novo modo clássico, mas uma opção seria adicionar um botão na ferramenta Tweak Tool, acrescentou.

Parece que o GNOME está atendendo aos pedidos de seus usuários afinal de contas. Será que isto vai conter a onda de alternativas ao 2 que continuam aparecendo?
Via: IDG Now
Esse post foi publicado em GNOME, Linux, NOTÍCIAS. Bookmark o link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s