Funcionários do Facebook relevam o que realmente pensam sobre a compra do WhatsApp

WhatsApp

Um tópico no site de perguntas e respostas Quora tem feito barulho nos círculos de tecnologia ao perguntar como os funcionários do Facebook se sentiram com a notícia da aquisição do WhatsApp por 16 bilhões de dólares.

A resposta mais votada, de um ex-funcionário que trabalhava no Facebook na época da aquisição do Instagram, compara as empresas a tribos:

Digamos que você foi parte dessa tribo por alguns anos. A tribo vem crescendo constantemente, expandindo suas terras e seu poder. A qualidade das habitações e serviços que ela é capaz de fornecer aos seus integrantes melhorou com o tempo. Os membros da tribo trabalham duro – extraindo, caçando, compartilhando um sentimento de orgulho e camaradagem. A maior parte está envolvida no processo de escolher novos membros da tribo. Eventualmente, a tribo tem mais de 6 mil membros.

Um dia, o chefe da tribo faz um anúncio. Outra tribo se unirá à nossa. Eles são apenas 50, mas têm um grande poder. Tão grande, na verdade, que nós daremos a eles 10% de nossos recursos em troca de aliança permanente. Um número muito pequeno de integrantes da nossa tribo se envolveu na decisão. Os abrigos dessa outra tribo são perfeitos, e a qualidade das moradias pelas quais eles podem pagar agora supera em muito a de todos outros, a não ser de alguns poucos líderes de nossa tribo.

Em seguida, o ex-funcionário fala diretamente sobre a reação em cada um dos departamentos do Facebook:

Há uma sensação repentina de conseguir enxergar mais claramente seu lugar na tribo e sua estrutura de poder. Isso geralmente não te faz sentir muito poderoso. Não é nem por causa da outra tribo. Quando isso acontece em uma companhia, a resposta emocional depende da relação de cada um com a empresa.

O pessoal de negócios rapidamente dá os parabéns publicamente, dando tapinhas nas costas, “bom trabalho” para todos os lados. Muitos esperam que essas experiências, essas relações, possam ajudá-los a estar no lado mais lucrativo de uma mesa de negociações algum dia.

Engenheiros tendem a ter uma fase mais difícil. Fica claro quão desconexa é a relação entre realizações técnicas e valor de negócio. “Mas nós poderíamos ter construído isso!” Sim, nós poderíamos. Mas você poderia ter construído aquela marca? Feito os negócios de distribuição certos?

Recursos humanos, provavelmente não envolvidos com a decisão, seguem a linha de companhia. Todos estão animados por ter esse grande time a bordo. Enquanto isso, o departamento se prepara para as emoções confusas e perguntas que virão nas semanas seguintes.

As outras respostas, também anônimas, mostram um misto de frustração e felicidade por ter o time do WhatsApp como parte da equipe:

Anônimo

Eu trabalho no FB. Todos com quem eu falei estão animados de tê-los a bordo. Mas notei que alguns funcionários fizeram uma análise de suas carreiras, e sobre como uma pequena startup talvez seja melhor em termos de impacto. Eu estaria mentindo se dissesse que não me sinto da mesma maneira.

Anônimo

Provavelmente vai haver um monte de respostas aqui com gente falando sobre como o time do WhatsApp é ótimo e como eles são sortudos de trabalhar com eles. Na verdade, muitas pessoas estão preocupadas com a queda no valor das ações e pelo menos parte dos funcionários acha que esse é um negócio ruim para o Facebook.

Anônimo

Eu trabalho no Facebook. Tive um momento put* merd* quando ouvi falar no negócio e pensei em quão rico eu estaria se trabalhasse no WhatsApp. Desabafei um pouco com meus colegas. Fucei a internet por artigos sobre o WhatsApp e o negócio. À noite eu percebi que o Facebook me compensa muito bem e estou feliz com meu trabalho. Quase todo mundo com quem conversei no Facebook sente que esta é uma vitória no longo prazo. Estou de volta com força total ao meu trabalho.

Anônimo

Ao entrar no Facebook, eu tomei o caminho mais seguro, com dinheiro garantido, e nenhuma possibilidade de faturar milhões de dólares.

Eu poderia ter entrado em uma startup, ganhado menos, mas com a possibilidade de a startup ser comprada por uma grande quantia de dinheiro. Mas eu não arrisquei.

Agora estou put* por ter que trabalhar com pessoas que assumiram o risco. E olha só como as coisas acabaram para elas.

Você sente pena de mim? Provavelmente não.

Via: INFO

Anúncios
Esse post foi publicado em FACEBOOK, NOTÍCIAS, REDES SOCIAIS e marcado , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s