A história por trás dos Doodles do Google; entenda como nasceu o projeto

A chegada de uma nova estação do ano, o Dia dos Namorados, os Jogos Olímpicos e aniversários de personalidades como o da escritora Simone de Beauvoir já apareceram no Doodle, a versão modificada do logotipo do Google que atrai a atenção de muita gente na Internet sempre que há uma data especial.

Surgido em 1998, antes mesmo do buscador virar fenômeno mundial, o Doodle foi a forma encontrada por Larry Page e Sergey Brin, fundadores do Google, para se destacar durante o festival The Burning Man, um evento de contracultura realizado anualmente no deserto de Nevada, nos Estados Unidos.

O primeiro Doodle apresentado pelo Google em 1998 para o festival The Burning Man (Foto: Reprodução/Google)
O primeiro Doodle apresentado pelo Google em 1998 para o festival The Burning Man (Foto: Reprodução/Google)

 

O primeiro Doodle

O primeiro Doodle tinha apenas um boneco desenhado atrás do segundo “o” da palavra Google. A intenção era mostrar uma atmosfera mais relaxada e foi desse desenho simples que nasceu uma das marcas registradas da gigante de buscas e serviços online na web.

Segundo o Google, no início dos anos 2000, Larry Page e Sergey Brin pediram ao desenvolvedor de sites da companhia – na época estagiário – que criasse um Doodle para celebrar o Dia da Bastilha – data que marca a Queda da Bastilha, evento da Revolução Francesa ocorrido em 14 de julho de 1789.

A ideia foi bem recebida na empresa e Doodles para celebrar feriados norte-americanos e aniversários de famosos começaram a ser criados. De lá para cá foram apresentados mais de 1 mil Doodles (veja todos eles no site google.com/doodles). Só em 2013, foram cerca de 350. Todo material é criado por uma equipe que trabalha exclusivamente no desenvolvimento de Doodles.

O time do Doodle é formado por dez ilustradores (chamados internamente de doodlers), quatro desenvolvedores e dois gerentes de projeto. Além de todas estas cabeças para dar e executar ideias, o grupo de criação conta ainda com dezenas de voluntários dentro da empresa. Eles fornecem traduções e sugerem ideias para Doodles internacionais, em outros países.

Como sugerir temas para Doodles?

Em entrevista ao site The Next Web, o líder da equipe, Ryan Germick, contou que o foco do Doodle é celebrar “coisas que são boas para o mundo” como a inovação, tecnologia, criatividade e diversão, sem esquecer das datas especiais como o 4 de Julho norte-americano ou o Dia de Ação de Graças e seus equivalentes ao redor do mundo. Para isso, a equipe aceita sugestões de dentro e fora da empresa. Há, inclusive, um endereço de e-mail (proposals@google.com) pelo qual os usuários podem sugerir novos temas ao Doodle.

Germick ressaltou que o principal objetivo da equipe é sempre surpreender o usuário do Google com o inesperado. É o caso do Doodle animado que comemorou os 78 anos do nascimento de Robert Moog, tido como o pai do sintetizador. A animação reproduzia no navegador um sintetizador analógico, como os produzidos por Moog.

O Doodle em homenagem ao pai do sintetizador demorou quatro meses para ser desenvolvido (Foto: Reprodução/Google)
O Doodle em homenagem ao pai do sintetizador demorou quatro meses para ser desenvolvido (Foto: Reprodução/Google)

Já no 96º aniversário de Lester William Polsfuss, que inventou a guitarra elétrica Les Paul, o Doodle assumiu o formato do instrumento e, ao passar o mouse nas cordas ou apertar certas teclas, era possível tocar notas musicais. Em ambos os casos, o usuário pôde gravar as criações feitas no sintetizador e na guitarra virtual e compartilhá-las no Google+, a rede social rival do Facebook.

Os sons captados pelo Doodle em homenagem à guitarra Les Paul podiam ser compartilhados no Google+ (Foto: Reprodução/Google)
Os sons captados pelo Doodle em homenagem à guitarra Les Paul podiam ser compartilhados no Google+ (Foto: Reprodução/Google)

O tempo para que um Doodle fique pronto é variável, explica Ryan. A ilustração pode sair do forno em questão de horas ou demorar meses até aparecer na tela do usuário como aconteceu com o sintetizador virtual. Foram quatro meses de trabalho feito por Ryan em parceria com o também engenheiro do Google, Joey Hurst.

Qual foi o melhor Doodle da história do Google? Opine no Fórum do TechTudo.

O líder da equipe dos Doodles faz questão de afirmar que a escolha dos temas não segue critérios estabelecidos pelo departamento de marketing. “Não passamos por aprovação do marketing. Não temos um gráfico que diz ‘precisamos atingir um grupo de mulheres entre 18 e 24 anos no sul’”, contou.

O jogo de abertura e a final da Copa do Mundo na África, em 2010, também ganharam homenagem (Foto: Reprodução/Google)
O jogo de abertura e a final da Copa do Mundo na África, em 2010, também ganharam homenagem (Foto: Reprodução/Google)

Doodle em casa

Com o sucesso consolidado na web, é natural que o Doodle desperte no usuário aquela vontade de levá-lo para casa. E isso é possível, já que o Google mantém uma loja virtual onde são oferecidos produtos diversos como canecas, shapes de skates, camisetas e adesivos com Doodles impressos.

 As ilustrações do Doodle viram produtos como camisetas em uma loja virtual (Foto: Reprodução/Karla Soares)
As ilustrações do Doodle viram produtos como camisetas em uma loja virtual (Foto: Reprodução/Karla Soares)

Tem ecobag de algodão com o Doodle do Dia dos Namorados de 2013, caneca com o Doodle de 2011 em homenagem a Thomas Edison e até mesmo shape de skate com o Doodle do Dia do Canadá. São oferecidos ainda versões impressas do Doodle em papel para exposição em quadros e paredes.

A loja organiza os Doodle por ano, facilitando a busca. O Brasil está incluído na lista de países onde o site faz entrega. Os preços são exibidos em dólar dos Estados Unidos e o pagamento das encomendas feito por cartão de crédito internacional, além de sistema de pagamento online PayPal.

 

Via: techtudo

Anúncios
Esse post foi publicado em Curiosidades, GOOGLE e marcado , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s