Rússia e Índia podem ser palco para lançamento do 1º smartphone da Samsung com Tizen

A Samsung pode finalmente estar pronta para lançar um smartphone baseado no sistema operacional Tizen, e de olho na Rússia e Índia como os locais para isso.

2013 foi um ano árduo para a equipe do Tizen na Samsung. Os primeiros produtos deveriam ter chego às lojas antes do final do ano, mas os planos se desfizeram depois que as operadoras Orange e NTT DoCoMo desistiram de seus planos para vender os aparelhos.

Mas a Samsung e sua parceira Intel tem bolsos recheados o suficiente para continuar o desenvolvimento do sistema operacional, com a esperança torná-lo um sucesso e ajudar a desvencilhar o setor de telecomunicações de sua dependência na Google e no Android. E segundo o Wall Street Journal a Samsung está se preparando para lançar um aparelho com o Tizen em um evento em Moscou nas próximas semanas, seis meses após a data originalmente prevista.

De acordo com fontes ouvidas pelo jornal, o aparelho seria colocado à venda na Rússia e na Índia. Estes dois países foram provavelmente escolhidos “a dedo” pela Samsung, que deseja que o Tizen tenha um bom começo.

“Minha opinião é que há uma maior oportunidade para conseguir volume nestes países, já que não dependem de distribuição por operadoras ou subsídios como principal rota para o mercado”, disse Ben Wood, diretor de pesquisas da CCS Insight.

Neil Mawston, diretor executivo da Stretegy Analytics, concordou. “Acreditamos que a Samsung está escolhendo o caminho com menor resistência para o Tizen. A Índia e a Rússia são mercados relativamente abertos, onde as operadoras tem controle limitado sobre os canais de distribuição. Isto torna fácil para a Samsung vender novos modelos com o Tizen. Entrar em mercados estabelecidos na Ásia, Europa Ocidental e América do Norte, onde as operadoras tem muito mais controle sobre a distribuição dos aparelhos, pode ser muito mais difícil para a Samsung”, disse ele.

A Índia e a Rússia são o terceiro e o oitavo maior mercado de smartphones no mundo, e geralmente são ignorados nos lançamentos globais de grandes produtos, de acordo com Mawston.

No início deste ano a Samsung lançou dois smartwatches baseados no Tizen, o Gear 2 e o Gear 2 Neo. Estes produtos tem maior chance de se tornar bem sucedidos, já que o mercado de smartwatches ainda está em sua infância e a dependência do Tizen em HTML5 para o desenvolvimento de apps não é um problema tão grande, já que apps menos sofisticados, e em menor quantidade, são necessários. Mas quebrar o domínio da Apple e da Google sobre o mercado de smartphones será algo muito difícil, independente da tática escolhida pela Samsung.

O projeto Tizen nasceu quase três anos atrás, quando a Linux Foundation e a Limo Foundation redobraram seus esforços para competir com o iOS e Android unificando seus respectivos sistemas operacionais, o MeeGo e o Limo. Os proponentes do Tizen irão se encontrar no próximo mês durante a Tizen Developer Conference, que acontece entre 2 e 4 de Junho em San Francisco, nos EUA.

 

Via: PCW

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s