Os nerds e os geeks de hoje são uma vergonha alheia!

Geek. Fonte: https://static.vecteezy.com/system/resources/previews/000/095/272/non_2x/simple-geek-vector.jpg
Quando eu estava no Ensino Fundamental, ser chamado de nerd era uma verdadeira ofensa. Hoje, porém, ser considerado nerd ou geek está na moda e muitas pessoas se esforçam para ser um. Infelizmente, como sempre ocorre com coisas desse tipo, aumentamos a quantidade e diminuímos a qualidade: os nerds e geeks de hoje nem chegam perto daquilo que, um dia, esse termo quis significar.
Há muita discussão acerca da diferença entre nerd e geek. Segundo matéria do Olhar Digital, podemos caracterizar um nerd como alguém que possui “interesse extremo e obsessivo com livros e estudos, introversão, dificuldade para se relacionar socialmente; e diversas habilidades mais desenvolvidas devido ao gosto por games, filmes, ciência e computadores” e um geek como uma pessoa que possui “interesses e estilos de vida mais específicos e se tornam experts naquilo que gostam… Seus gostos pessoais incluem videogames, filmes, colecionar objetos, paixão por gadgets e tecnologia, computação, códigos, hacks, música eletrônica, entre outros”.
Assim, podemos concluir que um geek é um nerd mais centrado em algum assunto. Atualmente, é comum associarmos o termo geek a alguém fissurado em tecnologia e o termo nerd a alguém mais voltado em “cultura alternativa”.
Aí está o problema: Hoje, qualquer pessoa que tenha um iPhone e saiba alguns truques secretos de aplicativos como Instagram, Snapchat ou WhatsApp já é considerado um geek; para ser um nerd de carteirinha, basta ter assistido a todos os filmes de Star Wars, ter um bonequinho do Darth Vader e um sabre de luz, ter lido todos os volumes de Game of Thrones, de Senhor dos Anéis e, pasmem, até de Harry Potter, bem como ter assistido a todos os filmes da Marvel.
O que estamos vendo é que os assim chamados nerds e geeks de hoje em dia nada mais são do que entusiastas de uma cultura específica e, como tal, alimentam uma indústria bilionária. Claro que não tenho nada contra esses gostos, mas nessa transformação, um aspecto muito importante da definição de nerd ou de geek ficou para trás: os estudos.
Pergunte a um nerd com sabre de luz e bonequinho do Darth Vader a diferença entre um autovetor e um autovalor e ele vai achar que você está falando grego. Peça para um geek que sabe tudo de iPhone explicar as camadas do modelo OSI e ele achará que você está falando de coisas de outros mundo.
Pergunte a um geek descolado de iPhone o que ele acha sobre Linux e ele vai mostrar pavor. Para ele, Linux só em servidores e olhe lá. Qualquer coisa que lembre uma linha de comandos é algo abominável que já deveria ter sido extinta há séculos.
Portanto, os nerds e geeks de hoje em dia apenas ostentam o título daquilo que, antes, era um estado de vergonha. Eles não possuem um grande interesse em estudar Matemática e Física, nem em conhecer as minúcias da informática e da eletrônica. São posers, como diz outra gíria. Verdadeiros nerds são raros hoje em dia.
Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized e marcado , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s